«

»

“A teoria de todas as coisas”: uma vida vivida na prática